segunda-feira, 4 de maio de 2009

Presidente do Irã cancela vinda ao Brasil



Presidente do Irã cancela vinda ao Brasil

SAMY ADGHIRNI,
da Folha de S.Paulo, em Brasília

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, cancelou a visita que faria a Brasília nesta quarta (6). Também foram canceladas as viagens a Equador e Venezuela.

A decisão foi comunicada às 7h da manhã desta segunda em telefonema da Chancelaria de Teerã ao embaixador Mohsen Shaterzadeh, que convocou às pressas todos os funcionários da representação.

Até às 12h30, o Itamaraty não havia sido informado da decisão, que pegou de surpresa até os 15 membros da comitiva que já estavam em Brasília ultimando os preparativos de segurança e cerimonial.

Nenhuma razão foi apresentada oficialmente. Mas segundo apuração da Folha, a decisão foi motivada pelo acirramento da tensão no cenário político interno que antecede a eleição presidencial de 12 de junho, na qual o linha dura Ahmadinejad buscará a reeleição para um segundo mandato de quatro anos.

A até então privilegiada posição de único candidato conservador foi enterrada no domingo com a entrada no páreo de Mohsen Rezei, chefe da poderosa Guarda Revolucionária entre 1981 e 1997. Em suas primeiras declarações como candidato, o radical Rezei acusou Ahmadinejad de ter implementado uma política econômica e interna que está levando o Irã "ao precipício". O ex-chefe militar também criticou o presidente por questionar o Holocausto e confrontar sistematicamente o Ocidente.

Ahmadinejad também contrariou o homem mais poderoso do regime iraniano, o líder supremo Ali Khamenei, ao demitir um alto funcionário do governo responsável pela peregrinação a Meca, cargo importante normalmente subordinado à cúpula da teocracia de Teerã. Khamenei criticou duramente o presidente pela decisão.

FOLHA SP 13:01H - 04/MAIO/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.