segunda-feira, 16 de novembro de 2009

És justo?

És justo?

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de
tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos
dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se da justiça, e ter
vergonha de ser honesto!"
(Ruy Barbosa - 1917)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.