sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O silêncio que incomoda

Após o momento da coreografia, um missionário amigo Pr. Joed Venturini, que atua em Guiné-Bissau, pregou sobre um tipo de silêncio que incomoda: o de Deus. Ele entrou vestido com trajes do povo fula e descalço, como costume daquele povo com o qual trabalha. Antes de ler a Palavra de Deus em Salmo 28 - "A ti clamo, ó Senhor, rocha minha, não emudeças para comigo..." - o missionário ficou em silêncio durante 45 segundos e percebeu que os congressistas já estavam incomodados. Então ele disse: "Vocês já estavam ficando incomodados? Agora, imaginem o silêncio de Deus. É insuportável! Se o Senhor se calar, quem vai guiar nossos passos, quem vai nos consolar nas horas de aflição? Nós precisamos que o Senhor fale conosco. Mas o silêncio da igreja também é insuportável para Deus. Se nós nos calarmos quem irá falar do amor de Deus? Quem vai interceder?", perguntou o missionário.

O missionário falou do poder da oração intercessória rompendo o silêncio como uma forma concreta de se fazer missões. O Pr. Joed contou uma experiência vivida no campo quando seu filho, Gabriel, estava muito enfermo e começou a interceder pela cura dele. Ele orou: "Senhor eu não estou preparado para perder o meu filho. Eu não vou agüentar se alguma coisa acontecer ao meu filho", e clamou para que o Senhor curasse Gabriel. De um momento para o outro, Gabriel começou a melhorar. Ao chegar ao Brasil uma irmã quis saber o que acontecera com Gabriel, pois ela tivera um sonho em que o nome do filho de missionário vinha à sua mente e ela, então, começou a interceder por ele. Com essa experiência o missionário reforçou a importância e o poder da intercessão dos irmãos mesmo longe dos campos.

Depois foram exibidas várias fotos em que mostravam os costumes dos povos com os quais trabalha e fotos da família missionária e do Projeto Jam Jamma. Ali há uma escola com cerca de 500 crianças onde são alfabetizadas e evangelizadas. "Não há honra maior do que levar o Evangelho de Cristo aos povos que estão perdidos", disse o Pr. Joed.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.