quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Significado da palavra Shekinah

Shekinah:

A Glória do Senhor, o resplendor, a presença de Deus, habitando entre Seu povo, é usada pelos rabinos para indicar o próprio Deus. A glória do Senhor, o mais próximo equivalente judaico do Espírito Santo, juntamente com outras idéias ou derivados do AT, como Palavra, a Sabedoria, o Espírito e etc., tornou-se uma ponte entre a natureza corporal humana e a transcendência de Deus. A expressão: “Glória do Senhor” seu conceito está presente de forma saturada nas Escrituras tanto no Velho, quanto no Novo Testamento. A expressão Shekinah, acompanha a noção de Deus a habitar em seu santuário (Ex.25:8), ou entre seu povo (Ex.29:45). Essas e outras passagens similares usam a raiz do verbo:

  1. Análise Gramatical do Verbo:

Ø Significado:

שכן shakan (verbo)

uma raiz primitiva [aparentemente semelhante (por transmissão) com a idéia de alojar]; DITAT: 1) instalar, habitar, residir, morar em tenda, morar;

Ø Morfologia ou Sintaxe:

1a) (Qal) : Verbo mais comum nas Escrituras: Ele comeu, Ele sentou e etc:1a1) instalar para permanecer, 1a2) habitar, morar, residir ;1b) (Piel); Forma intensiva: Ele quebrou em pedaços;1b1) levar a instalar, estabelecer; 1b2) fazer morar; 1c) (Hifil) Expressa a ação causativa: Ele comeu, ele fez comer!;1c1) colocar, pôr, assentar, estabelecer, instalar, fixar; 1c2) fazer morar ou habitar3

2. Seu uso nas Escrituras:

Desta palavra: shãkan deriva-se a palavra que na linguagem teológica em inglês (Shekinah), significa a presença permanente de Deus!

Este verbo (shãkan) é utilizado 129 vezes no AT, a maioria das vezes no qual (111), piel (12), hiphil (6). Em 43 vezes Deus é o sujeito do verbo: Ele habita no Monte Sião (Sl.74:2); Ele habitará em Jerusalém (Zc.8:3); em Jerusalém o Senhor escolheu para ali fazer habitar seu nome (Dt.12:11). Em diversos textos, há representação simbólica da presença divina habitando no meio do povo:

Ø A glória divina habitará na terra (Ex.24:16; Sl.85:9,10).

Ø Muitas vezes a shekinah é representada pela nuvem (Nm.9:17,18; 22:10-12, Jô 3:5).

Embora a palavra: yãshab também seja traduzida por morada, esta denota realeza e majestade, já shãkan denota vizinhança e proximidade

  1. Implicações:

Ø Antigo Testamento:

As implicações deste verbo nas Escrituras nos fazem pensar que embora os verbos Kabõd e Shekinah, sejam traduzidos por Glória na Septuaginta (LXX: tradução famosa do Hebraico para o Grego) seu entendimento é compreendido através do texto. Shekinah tem a ver com a Glória de Deus presente, revelada e vista que enche e transborda no Tabernáculo de Moisés, no Tabernáculo de Davi e no Templo de Salomão, no Sinai, no Carmelo, no monte Horebe e também no meio do povo. A Shekinah do Senhor era o Kabõd revelado ao mundo, a Sua Presença Manifesta!

Ø Novo Testamento:

Quando olhamos Ageu 2:9 onde está escrito que a Glória da Segunda casa seria maior do que a Primeira, podemos entender que em Jesus tanto a Kabõd quanto a Shekinah habitavam nele (Romanos 2:9), isto fica claro no episodio da transfiguração (Mateus 17) e na sua ressurreição.

O Kabõd era manifestado pela Shekinah em Jesus ou seja a Glória do Senhor era Revelada em Jesus!

Ø Na Igreja:

A implicação desta verdade para a Igreja o Corpo de Cristo é poderosa, pois nos faz entender o que o apostolo Paulo quis dizer em Colossenses 1:27 aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória; Cristo habitando em nós o Kabõd de Deus e sua Shekinah serão reveladas ao mundo!

  1. Conclusão:

Até onde estudei e analisei, consultando meu material cheguei as seguintes conclusões;

Ø Para entender o verbo Shekinah, temos que estudar a palavra: Glória nas Escrituras.

Ø Glória; Descreve o esplendor e a majestade de Deus (1 Cr.29:11; Hc. 3:3-5), é um poder tão grande que homem algum pode contemplar (Ex.33:18-23), o máximo que se pode ver é a aparência da semelhança da glória (Ez.1:26-18).

Ø Quando esta glória é manifesta em forma visível entre o povo de Deus, os rabinos a chamaram posteriormente de Shekinah. Esta palavra hebraica, provem da raiz hebraica: shãkan (Habitação) é empregada para designar a manifestação visível da glória de Deus!

Ø Embora a palavra Shekinah não esteja na Bíblia seu princípio é encontrado em toda a Escritura!

Ø Jesus é a Shekinah de Deus (Hb.1:3)!

Ø O crente revela esta shekinah divina através de seu testemunho!

Ø A Igreja expressa esta shekinah, quando manifesta o reino de Deus!



[1]Strong, J., & Sociedade Bíblica do Brasil. (2002; 2005). Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong (H7931). Sociedade Bíblica do Brasil.

² Douglas, J.D, Novo Dicionário da Bíblia, V.1; Reimpressão:1988, pg 678; Sociedade Religiosa Edições Vida Nova – Impresso no Brasil

³ DITAT corresponde à obra de R. Laird Harris, Gleason L. Archer Jr. e Bruce K. Waltke, Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento: pg. 2387, Reimpressão: 2005; Sociedade Religiosa Edições Vida Nova

www.vidanova.com.br Impresso no Brasil

4 Berkkhof, Louis: Teologia Sistemática, 1ª Edição: 1990, LPC Editora – Campinas - SP – Impresso no brasil

5 Bíblia de Estudo Pentecostal: Impresso:1995, pg..1183-1184; CPAD – Impresso nos EUA- Fl.

Um comentário:

  1. gostei muito deste estudo foi de grande valia para mim,que DEUS abençoe

    ResponderExcluir

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.