sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Presidente brasileiro busca criminalizar disciplina física de filhos

Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente socialista do Brasil, está propondo mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente que proibirão os pais de dar palmadas ou chineladas em seus filhos ou aplicar qualquer outra forma de castigo físico.
De acordo com o projeto de lei, os pais apanhados dando palmadas ou chineladas ou beliscando seus filhos, depois de um aviso, poderão ser obrigados a receber tratamento psicológico. O caso poderá também ser entregue aos conselhos tutelares, de acordo com a Associated Press.
"A definição proposta se aplica não somente à esfera doméstica, mas também a outras pessoas que cuidam de crianças e adolescentes — em escolas, abrigos, prisões. O projeto está buscando uma mudança cultural", disse Carmen Oliveira, subsecretária nacional para a promoção dos direitos das crianças e adolescentes.
"Se castigo e cintadas resolvessem o problema, não teríamos corrupção no Brasil. Não haveria tanto crime no Brasil", Lula afirmou em seus comentários sobre o projeto.
Contudo, Antonio Carlos Gomes da Costa, que foi um dos autores do original Estatuto da Criança e do Adolescente, discorda.
"Eu diria que dar palmadas e chineladas, se aplicadas com juízo e moderação, não são violação de direitos humanos", ele disse numa entrevista recente. "Por exemplo, se uma criança insiste em colocar o dedo na tomada elétrica, e seu pai lhe diz que isso é perigoso, que não pode, e ela apesar disso insiste, dar-lhe uma palmadinha ou uma bronca forte, que eu penso ser preferível, não é 'destrutivo'. Castigo é necessário".
A fim de agir contra pais que usam castigo físico em seus filhos, o governo precisará de pelo menos testemunhas de fora, tais como outro membro da família, ou um colega de trabalho na creche.
A iniciativa anti-palmada de Lula é apenas mais uma ao estilo das políticas anti-família, as quais incluem tentativas de descriminalizar mais o aborto, censurar as redes de televisão a fim de proibir críticas à sodomia e promover a agenda homossexual dentro de instituições internacionais.


Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina
BRASÍLIA, Brasil, 16 de julho de 2010 (Notícias Pró-Família) —

Cobertura relacionada de LifeSiteNews:
Governo brasileiro busca remover programação cristã "homofóbica" de TV do horário do dia
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/05/governo-brasileiro-busca-remover.html
Presidente Lula buscará "criminalizar palavras e atos ofensivos à homossexualidade"
http://juliosevero.blogspot.com/2009/04/presidente-lula-buscara-criminalizar.html
Brazilian President Luiz Lula Defends Abortion, Gay Unions
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/sep/08091815.h tml
Organization of American States Approves Homosexual "Human Rights" Resolution
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/jun/08061201.h tml
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

As Palmadas e a Ditadura dos "Direitos Humanos"


BRASIL: TERRA DO AVIVAMENTO - TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.