quarta-feira, 8 de junho de 2011

MEC jog na lata d lixo mais d 13milhões:Imprimiu livro aonde “10-7=4”

Quiti Inguinoranssa: MEC imprimiu 7 milhões de livros que ensinam que 10 menos 7 são 4




Segundo o Estadão (3/5/2011), o Ministério da Educação jogou na lata do lixo R$ 13.608.033,33 ao imprimir livros da coleção Escola Ativa onde um deles, por exemplo, ensina as nossas crianças que “10 -7 = 4”. Os livros foram distribuídos no segundo semestre do ano passado e atingiu mais 1,3 milhão de alunos da zona rural.


Especialistas contratados pelo MEC julgaram que os erros são “tão graves, tão grosseiros e tão numerosos que não bastava divulgar uma ‘errata’ à coleção”.


O ministro Fernando Haddad pediu "à Controladoria-Geral da República (CGU) a abertura de sindicância para apurar o tamanho do prejuízo e os responsáveis por ele. Ao mesmo tempo, mandou uma carta aos coordenadores de escolas da zona rural recomendando que os livros do Escola Ativa não sejam usados em sala de aula. A coleção foi retirada do ar também na internet”, comentou a reportagem do Estadão.

“Houve uma falha de revisão, essa revisão foi muito malfeita”, disse Haddad. “A interrupção do uso não vai comprometer o ensino, porque esse é um material de uso opcional”, completou.

O site do Estadão informou também que o dinheiro investido poderia ter sido usado para construir 36 escolas de ensino infantil e apresenta alguns dos erros encontrados:
  • Na página 29 do Guia 4 de Matemática, o Escola Ativa convida os alunos a fazer descobertas com números, na companhia dos personagens Joana e Pedro. A página apresenta uma tabela na qual, na qual 10-7=4.
  • A página 138 do Guia 3, também de Matemática, apresenta tabelas de adição e subtração, para que os alunos confiram os resultados de operações com números entre 9 e 18. Nas tabelas o aluno da zona rural aprende que 16-8=6 e 16-7=5.

Na época da contratação, e secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC era André Lázaro que atualmente ocupa o cargo de secretário executivo da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

Fonte: Conservador Blog e Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.