sábado, 22 de outubro de 2011

DIAS DE SINAIS E DIAS DE JUÍZO

DIAS DE SINAIS E DIAS DE JUÍZO

Estes dias não são dias comuns, São dias de sinais!
Para muitos o que têm acontecido são coisas comuns e até científicas. A mente humana tenta explicar, mas a Bíblia fala de sinais no céu e na terra.
Existe uma velocidade espiritual e os sinais estão aí! Temos que entender que nós somos um centro profético, pois estamos vivendo um momento espiritual de definição e posicionamento. A bíblia fala que Deus chamará pessoas e que existem os trabalhadores da primeira hora, os que são chamados depois e os da ultima hora. Os da primeira e os da ultima hora vão receber a mesma coisa, não existe diferença.
Estes últimos dias são dias marcados pela visitação do Espírito Santo. Existem visitações que trazem juízo, e mesmo nestas há a companhia de Deus.  Antes de acontecer à destruição de Sodoma e Gomorra, o clamor daquele povo chegou ao céu. Deus envia anjos para nos socorrer e antes de Ele se manifestar na sociedade Ele se manifesta dentro da Igreja. O propósito de Deus na tua vida determina a intimidade dele com você.
Antes de acontecer qualquer coisa nesta geração Deus falará á Igreja. O que tem acontecido na América do Norte e na Europa não vai mudar, não haverá melhora, pois Deus está julgando o Deus deste século, Mamon. Haverá uma falência no sistema mundial e este é um processo irremediável, que não voltará atrás. Quando as trombetas começarem a tocar, não haverá mais volta. O processo não está nas mãos do anticristo ou nas mãos da ONU, não está nas mãos do governo chinês, dos americanos ou russos, mas está nas mãos do cordeiro. Ele é o único que pode desatar os selos e abrir o livro.
Antes de acontecer a destruição de Sodoma e Gomorra Deus fala com Abraão e ele se posiciona, do mesmo jeito a Igreja precisa se posicionar pela redenção.
Neste dia veremos muitas coisas que parecem inabaláveis serem abaladas. O livro de Marcos capítulo 11é todo profético. Nele vemos um caminho que Jesus percorreu para Jerusalém e aprendemos que nem sempre a visitação de Deus é como nós imaginamos. Esta palavra é mais ampla, é uma advertência: "E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto." (Mc 11:13-14)
Jesus está em um processo purificação, Ele teve fome e viu uma figueira (a figueira simboliza a Israel, o povo dele). Ele nos mostra que não é porque não é tempo de dar frutos que o tempo certo não chegou.
Na hora certa da visitação nós viveremos um tempo de maior expressão de fé de toda história, mas nós também vamos ver o juízo como nenhuma outra geração jamais viu. Nestes últimos tempos haverá um derramar excepcional e tremendo! Veremos ministério de anjos, milagres acontecendo de um lado ao outro e coisas extraodinárias serão comuns nas nossas vidas.
Jesus espera retorno de nós. A graça dele espera resultados. Na palavra, ele quer ver resultados. A salvação tem que dar resultados. Nós nascemos para dar resultados.
Não nascemos apenas pra ficarmos parados escutando, vivendo nossa vida e achando  que podemos dar resultados em tudo e simplesmente ignorar aquilo que está nos fortalecendo, nos abençoado, nos dando força a cada manhã e a cada tarde. Aquilo em que Deus investe tem que dar resultados. O propósito de Deus em nossas vidas não são apenas folhas. Vai muito além da aparência.
Deus deseja que você tenha sucesso, mas o sucesso não é o fim e sim apenas um sinal. O resultado é um sinal. Ser bem sucedido deve ser normal porque é um impulso que Deus nos dá para nós chegarmos aonde nós temos que chegar. Ele espera algo de nós.
Hoje em dia dizem: "A minha denominação é melhor do que a sua" ou "a minha teologia põe a tua no bolso". O cristianismo não é pra nos tornarmos melhores e sim para fazer o outro melhor do que nós mesmos. Cristianismo não é pra derrubar e sim para pegar do lixo e levantar.
Que "evangelho" é este que quer se sobrepor a outros se o evangelho não se sobrepõe. O verdadeiro evangelho vai ao chão e levanta aquele que está caído, não apaga o pavio que fumega e não esmaga a cana quebrada.
Não é pra nos sentirmos melhores é para servimos melhor. À medida que conhecermos mais, servimos mais. A nossa teologia é boa, não é quando nós somos melhores, mas quando nós servimos melhor.
Quando vivemos um cristianismo de aparência todas as energias são usadas para alimentar a própria beleza. E satanás é um bom exemplo disto, pois ele começava a se orgulhar daquilo que ele era e Deus não nos chamou nos orgulharmos, mas ele nos chamou para brilhar, para que outros possam encontrar a luz través de nós. Aquilo que acontece em nossa vida tem que refletir para que outras pessoas conheçam a glória de Deus.
A força de uma figueira consiste em ela utilizar a energia, toda seiva. Nós pensamos que Deus está satisfeito com nossa folhas (aparência), mas não, Ele fica satisfeito quando vê a glória Dele resgatando, restaurando, curando e transformando, quando ensinamos as pessoas a serem adoradores de Deus, a visitarem o preso e o enfermo e mostrar a glória do Senhor. Nós não nascemos apenas para ter folhas, mas para multiplicação, pois aquilo que nós recebemos tem que virar alimento para nós e para outros. Deus nos chamou e Ele nos viu no meio da multidão, deprimidos, quebrados, transtornados, mas Ele nos escolheu mesmo assim e nos levantou para que dermos frutos e o nosso fruto permaneça depois que nós passarmos.
Três anos antes um homem chamado João Batista apareceu pregando: "o machado está lançado e toda árvore que não produz fruto ele corta e é lançado no fogo." (Mt 3:10)
Aquela geração não ouviu a voz de Deus e muitas vezes pessoas estão secas espiritualmente porque a secura começa quando as suas raízes não estão mais aonde deveriam estar.
O processo de Deus de chamar a nossa atenção não é para ameaçar, mas é para abençoar, guardar e prosperar. O texto é: "corta esta árvore. Porque há três anos ela não dava fruto." Nós estamos produzindo frutos? Muitas vezes Deus esta derramando muitas bênçãos, mas nós estamos neste ultimo ano.
O machado está lançado sobre esta geração e sobre pessoas que estão secas porque as suas raízes não produziram o que tinha que produzir. "Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda." (Jo 15:2)

O ramo está em Cristo! Você pode estar em Cristo e não produzir nada e todo ramo que não produz fruto é podado. Nós queremos ser podados ou cortados? Não sejamos cortados!
Deus espera algo de nós para o Reino Dele. Ele quer nos dar o melhor, não para que vivamos por estas coisas, mas para que vivamos pelas bênçãos do Senhor. Ele espera que nós nos envolvamos, que tenhamos comprometimento.
A fé pode mudar qualquer coisa mesmo no meio do juízo Deus! Pode mudar situações que são inalteráveis. Nestes dias, Deus vai liberar uma unção de fé e quebrar resistências para mudar as circunstâncias. É tempo de uma liberação de fé ao nível de Deus. Nós vamos receber o que nenhuma geração recebeu. A fé é dizer com a boca aquilo que o coração quer dizer!


Fadi Faraj
Pr Sênior




Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.