sexta-feira, 6 de julho de 2012

Brasileiros desperdiçam muita água

Pesquisa mostra pouca preocupação ambiental

A preocupação ambiental do brasileiro continua a escorrendo ralo abaixo. Pesquisa de opinião
realizada pelo Ibope para o WWF-Brasil mostra que quase metade (48%) das pessoas consome
água com pouco controle, apesar de 68% afirmarem que o desperdício será o principal
problema de abastecimento de água no futuro. O estudo, parte do "Programa Água para a
Vida", revela que o brasileiro não sabe quem são os maiores consumidores de água no país.
Apenas 16% indicaram, corretamente, a agricultura, contra 81% que citaram, erradamente,
população, residências e indústrias.

A Agência Nacional de Águas (ANA), criada pelo governo federal em 2000, não é conhecida por
87% das pessoas. E os comitês gestores de bacias hidrográficas, por 84%. Apenas 1% aponta
o desmatamento como uma das causas da falta de água. Para Glauco Kimura de Freitas,
coordenador do Programa Água para a Vida do WWF-Brasil, é preciso ensinar que água não
nasce na torneira.

— É assustador constatar que as pessoas não conhecem a lei, não entendem a noção de bacia
hidrográfica e sequer sabem quem é a agência reguladora — disse Freitas. — A água não
respeita limites geopolíticos, não se limita a fronteiras, passa pela área rural, urbana, cidades e
estados. Á água não nasce na torneira. A preservação da bacia hidrográfica é fundamental.

Foram ouvidas 2.002 pessoas em novembro de 2011 nos 26 estados da federação na
pesquisa, que mostrou uma diminuição na disposição do brasileiro em pagar pela água.
Quando perguntados se podiam dar 2 centavos por cada mil litros de água, 76% das pessoas
responderam sim em 2006, contra 58% agora.

A pesquisa mostra, ainda, que 67% dos domicílios enfrentam algum tipo de problema no
abastecimento. No Nordeste, a escassez constante afeta 29% das casas. Mesmo assim, o
consumo médio diário por habitante no país (185 litros) é considerado mediano, próximo ao
da Comunidade Europeia (200 litros).

Nas regiões secas, como o semiárido brasileiro, o consumo é menor (abaixo de 100 litros),
porém mais alto do que o da África Subsaariana (abaixo de 50 litros).

Folha SP

--
Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.