quinta-feira, 1 de novembro de 2012

IBGE diz que produção industrial tem a maior queda de 2012




A produção industrial registrou queda de 1% em setembro na comparação com agosto, quando o resultado tinha sido de alta de 1,7% ante julho. A retração de agosto para setembro é a mais intensa desde janeiro deste ano, quando a produção recuou 1,8%.

A produção da indústria inverteu, em setembro, uma sequência de três meses consecutivos de resultados positivos. Entre junho e agosto, o setor acumulou uma alta de 2,2%.
Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na comparação com setembro do ano anterior, houve queda de 3,8%. Com isso, o acumulado do ano foi de -3,5%. Nos últimos 12 meses, a produção industrial registrou queda de 3,1%.

Entre as quedas de destaque na comparação com agosto, estão os setores de máquinas e equipamentos (-4,8%), produtos químicos (-3,2%) e alimentos (-1,9%).
Já as altas mais significativas foram registradas pela indústria farmacêutica (6%) e outros equipamentos de transporte (4,4%).

Principal responsável pela retomada da indústria de junho a agosto, o setor de veículos automotores registrou queda de 0,7% de agosto para setembro.
Beneficiado pela redução de IPI, o ramo viu uma antecipação de compras em agosto diante da perspectiva do fim do incentivo fiscal.
Diante disso, houve uma perda de ritmo de produção em setembro.

Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.