quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Preparados... Todos Os Dias

Preparados... Todos Os Dias

"Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o
Filho do homem há de vir" (Mateus 25:13).


Uma empregada, cujo patrão e esposa estavam fora, não sabia
quando retornariam. Uma amiga a visitou e, parecendo
bastante cansada, entrou para descansar. Ao levantar-se, viu
que a amiga estava preparando cuidadosamente a mesa para o
chá, como se os patrões estivessem para chegar naquela hora.
Ela perguntou se os patrões estavam retornando naquele dia e
a amiga respondeu: "Eu não sei. Como o dia é incerto, eu
tenho tudo preparado, todos os dias."

Será que nós, cristãos, estamos prontos e preparados, todos
os dias, para a volta de nosso Senhor? Não sabemos
exatamente o dia em que Ele voltará para buscar os Seus, e,
o melhor que podemos fazer, é estarmos sempre prontos para
recebê-lo, com nossas vestes limpas e a vida preparada para
a Sua chegada.

Como Jesus nos encontraria, caso voltasse hoje? Nossas vidas
estariam brilhando? Nossas palavras seriam fonte de bênçãos?
Nossas atitudes estariam glorificando o Seu nome? Nosso
trabalho estaria promovendo o Seu reino? Estaríamos
preparados para ir com Ele para as moradas celestiais?

Eu não quero ser encontrado despreparado. Não quero que o
meu Senhor chegue e me encontre negligenciando as coisas
espirituais. Não quero que Ele me veja indiferente à Sua
obra e aos que estão fora do caminho. Não quero que me
encontre envolvido com atitudes que não engrandeçam o Seu
santo nome. Quero que me chame de servo bom e fiel e não de
servo inútil e mau. Quero ver em Seu rosto um sorriso. Quero
poder abraçá-lo e dizer: "Estava ansioso e pronto para Sua
volta!

Você tem estado preparado para a volta do Senhor? Todos os
dias?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
tprobert@terra.com.br
http://www.ministeriopararefletir.com



Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

Grécia causa revolta ao colocar pedofilia na lista de “deficiências físicas”

Esta semana trouxe ainda outro daqueles casos que fazem qualquer um dizer: "Você só pode estar brincando!"
A Associated Press noticiou que o governo grego expandiu sua lista de "deficiências físicas" oficialmente reconhecidas para incluir os pedófilos (e também os que gostam de exibir os órgãos sexuais, os cleptomaníacos e os piromaníacos [indivíduos que têm impulso doentio de provocar incêndios]).
Isso significa que os pedófilos na Grécia estão agora em condições de receber salários por deficiência física totalmente pagos pelo governo. Eles vão receber não apesar da pedofilia, mas por causa dela.
Presumo que a classificação de "deficiência física" tenha origem nas iniciativas que identificam a pedofilia como doença mental. Mas nem toda "doença" é uma "deficiência física". A Wikipédia oferece várias definições de "deficiência física", mas um conceito central é a existência de uma "restrição na capacidade de realizar uma atividade normal da vida diária". Os pedófilos não têm uma "restrição na capacidade de realizar uma atividade normal". Eles têm uma inclinação de realizar uma atividade anormal. Isso não é deficiência física.
Remover a pedofilia da esfera da condenação moral e colocá-la na esfera da saúde mental é um passo a mais para normalizá-la. Alguns defensores da pedofilia, como aqueles que participaram de uma conferência de Baltimore no ano passado, gostariam de ir muito mais longe, removendo a pedofilia totalmente da lista de desordens mentais. Agora a Grécia esta a beira de efetivamente financiá-la.
Levada ao extremo, a atitude do governo grego corre o risco de criar um incentivo realmente pervertido — para que indivíduos saudáveis se tornem (ou finjam ser) pedófilos meramente para obter os pagamentos de assistência do governo.
Felizmente, os que defendem os deficientes físicos na Grécia estão condenando a atitude governamental como "incompreensível". Yannis Vardakastanis, que é cega, disse: "Não é realmente certo dar aos predadores sexuais uma proporção de 20 a 30 por cento, e só 10 por cento aos diabéticos".
Considerando a crise econômica que vem confrontando a Grécia em anos recentes, é de assustar que eles chegariam ao ponto de considerar dar pagamentos para pedófilos.
Peter Sprigg
17 de janeiro de 2012 (FRCblog.com)
 

Publicado com permissão de FRCblog.com
Anarquia sexual: o legado de Kinsey, da Dra. Judith Reisman
Anarquia sexual, de Matt Barber
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629


Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!

Finalmente, Brasil terá lei contra o terrorismo?





Se os Estados Unidos têm uma lei contra o terrorismo, o Brasil também precisar ter. É com essa preocupação que o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) elaborou um projeto de lei que classifica como terrorismo "a conduta de provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa à integridade física ou privação de liberdade de pessoa, por motivo ideológico, religioso, político ou de preconceito social, étnico, 'homofóbico' ou xenófobo. As penas chegam a 30 anos de prisão em caso de morte".
Contudo, a imprensa deixou claro que tal lei não é uma resposta ao famoso caso do massacre do Realengo, onde jornalistas e o próprio governo nublaram a motivação islâmica do assassino.
A lei também não é uma resposta ao terrorismo político. O famoso caso Celso Daniel está há anos acumulando cadáveres e acobertamentos, e a imprensa brasileira não ousa ligá-lo a terrorismo ou máfia política, embora todos os envolvidos fossem do PT e tivessem interesses explícitos para silenciar o político do PT que administrava milhões para as campanhas eleitorais do PT.
O senador reconheceu que "não há consenso sobre a definição do que é terrorismo". Mesmo assim, o projeto de lei dele torna o terrorismo crime inafiançável, sem chance de receber graça ou anistia, e ataca diretamente as fontes de financiamento do terrorismo.
A falta de consenso sobre a definição de terrorismo deixa o campo aberto para interpretações nebulosas.
A lei antiterrorismo brasileira seguirá, basicamente, o espírito da lei americana, que não mira muçulmanos nem motivações muçulmanas para os crimes de terrorismo. Aliás, depois do ataque terrorista ao World Trade Center em 2001, George Bush, o presidente conservador dos EUA, saiu proclamando para o mundo que o "islamismo é uma religião de paz". Com esse "João Batista" da adulação islâmica preparando o caminho, foi perfeitamente natural que o próximo ocupante da Casa Branca fosse não só esquerdista, mas também radicalmente pró-islamismo.
O Ministério de Segurança Nacional (MSN) dos EUA, que foi criado especificamente em resposta ao primeiro grande ataque terrorista aos EUA, tem hoje muita dificuldade de criticar islâmicos, apesar de que todos os terroristas desse ataque aos EUA eram islâmicos.
Entretanto, o MSN não tem tido dificuldade de mirar grupos cristãos por atividades contra o aborto e contra o chamado "casamento" gay. Em sua luta contra o "terrorismo", o MSN está monitorando os cristãos, inclusive meu blog.
Esse quadro nos dá uma ideia de como virá a definição de terrorismo para a lei brasileira, que seguirá as principais preocupações do governo e da mídia, que obedecem fielmente à "doutrina" de Bush e Obama: o islamismo é uma religião de paz. A preocupação deles, pois, não são os islâmicos.
A preocupação obsessiva da mídia e do governo do Brasil tem sido os cristãos e sua "homofobia", e cada agressão e assassinato de homossexuais em pontos de prostituição às altas horas da madrugada deixa os jornalistas esquerdistas com um prato cheio para passar uma semana criticando a "homofobia" cristã, "incitadora" de agressões e assassinatos.
Com a lei antiterrorismo em vigor, esses jornalistas poderão manobrar suas "reportagens" para cobrar a ação do governo contra o "terrorismo" e contra as fontes de financiamento. No meu caso, mesmo sem uma lei brasileira, a campanha de um grupo gay dos EUA encerrou minha conta no PayPal.
Como então definir o que é terrorismo no Brasil? Se um jornalista perguntar a um ativista gay se ele considera como "terrorista" um cristão que se opõe ao "casamento" homossexual ou à adoção de crianças por duplas gays, a resposta dele será um retumbante "sim". E o governo e a mídia são todo ouvidos para eles.
Não tenha pois falsas expectativas. Se a lei antiterrorismo for aprovada, o Brasil estará dando um importante passo para a "americanização" de suas leis.
Julio Severo

Com informações do Estadão.
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629

Twitter: http://twitter.com/andrermendonca
Facebook: http://www.facebook.com/andrermendonca
Blog Novo Tempo: http://novotempoagora.blogspot.com/

BRASÍLIA, CAPITAL DA ADORAÇÃO - BRASIL, TERRA DO AVIVAMENTO
TERRA DA ADORAÇÃO AO ÚNICO SENHOR, JESUS CRISTO!