sexta-feira, 8 de março de 2013

Os luxuosos carros dos Cardeais

Antonio Cechin, marista e militante de movimentos sociais, autor do livro “Empoderamento Popular. Uma pedagogia de libertação.”, nas palavras reveladas de sua memória em um artigo seu (onde não faltaram críticas ao Papa, entre elas, sobre a nova europeização do Colégio de Cardeais), lembrou-se dos tempos que trabalhou na então Sagrada Congregação para os Ritos (hoje “para a Causa dos Santos”) e falou de
detalhes interessantes sobre os automóveis usados no Vaticano:

Automóvel usado pelo Cardeal-Secretário de Estado

“[...]‘Stato Città del Vaticano‘. “As três maiúsculas da designação oficial do país em italiano – SCV – estão nas placas de todos os automóveis, em geral carros clássicos, muitos dos quais doação das fábricas de automóveis desse mundão de Deus e por isso mesmo de ótima aparência, sempre em gestos de “captatio benevolentiae” (captação das boas graças) como qualificavam presentes desse tipo, os latinos antigos.


Eu mesmo, nos dois anos em que trabalhei na Sagrada Congregação dos Ritos, usufruí da mordomia desse tipo de transporte. Sempre que havia uma cerimônia de beatificação ou canonização, de manhã bem cedo, encostava junto à minha moradia, um carrão desses a fim de me levar até o interior do pequeno país também denominado Santa Sé ou Cúria Romana [?]. Saltava do carro bem junto à Capela Sistina e um funcionário já estava à minha espera para vestir-me com a indumentária especial da cerimônia, o ferraiolo.

Segundo Cechin, alguns desses carros seriam doação de fábricas automobilísticas,
como acontece ao papamóvel. Ao fundo, é possível ver o Papa Bento XVI

Não faltavam humoristas entre o povo, sempre prontos para, na passagem de um automóvel desses, tendo presente o fausto das cerimônias vaticanas, ler SCV, em italiano,“SCristo Vedesse!…” ou seja: Se Cristo Visse!… cotejando a pobreza do Mestre com a riqueza atual da instituição que se declara seguidora”.

Fonte: Blog "Direto da Sacristia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gentileza não escrever em LETRA MAIÚSCULA. Por favor, respeite. Palavrões, ofensas e coisas do gênero não serão aceitos. Muito obrigado. Deus o abençoe.